Amigos, papo e petiscos!

Pensando em fazer uma reunião em casa com os amigos? Pois separamos algumas receitas super fáceis e que vão fazer o maior sucesso! Lembre-se de cuidar da apresentação dos aperitivos na mesa. Vale uma velinha, uma flor, pratos decorados… Use sua imaginação para deixar tudo bonito! E conte com estas dicas de receitas para deixar tudo gostoso!

Bruschettas

Ingredientes

4 fatia de pão de preferência amanhecido claro
2 tomates maduros + bem maduros mesmo
1/2 xicara de azeite
1 dente de alho
1 colher de sopa de orégano
folhas de majericão
sal a gosto

Preparo

Corte os tomates em cubinhos e amasse o dente de alho. Em um recepiente, junte-os ao azeite, misturando bem. Adicione o majericão, o orégano e o sal e mexa novamente. Torre as fatias de pão. Coloque por cima de cada uma um pouco da mistura e sirva ainda quentinho.

Sardela Rápida

Ingredientes

10 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho amassados
150 g de filé de sardinha anchovada ou aliche
3 pimentões vermelhos cortados em rodelas
Pimenta calabresa ralada (opcional)

Preparo

Aquecer o azeite. Coloque o alho e deixe dourar. Refogue os pimentões (al dente). Assim que os pimentões esfriarem, coloque-os no liquidificador juntando ao filé de sardinha anchovada ou aliche. Depois de batido, deixe apurar por 10 minutos em fogo baixo. Espere esfriar e sirva.

Patê de Azeitonas

Ingredientes

1 xícara de chá de azeitonas picadas
1 xícara e 1/2 de chá de ricota passada na peneira
2 colheres de sopa de creme de leite
Molho de pimenta vermelha

Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, use em pães, biscoitos ou torradas

Patê de ervas frescas

Ingredientes

100 g de requeijão light ou cream cheese
70 g de iogurte natural desnatado
1 cebolinha verde picada bem fininha
2 colheres de sopa de salsinha, picada bem fininha
1 colher de sopa de cebolinha francesa, bem picada
1 colher de chá de vinagre de estragão
1 colher de sopa de molho inglês

Preparo
Misrure todos os ingredientes e refrigere até a hora de servir

Aperitivo de Berinjela

Ingredientes

2 berinjelas médias picadas
3 colheres de óleo
1 cebola
3 alhos
2 colheres de extrato de tomate
3 colheres de queijo ralado

Preparo

Cozinhe 2 berinjelas por 5 minutos. Escorra e amasse com garfo. Aqueça o óleo e frite a cebola picadinha e o alho. Adicione à berinjela as duas colheres de extrato de tomate e as 3 colheres de queijo ralado. Acrescente sal e orégano a gosto. Deixe esfriar e sirva com pão ou torrada.

Palitinhos de Cenoura

Ingredientes

2 cenouras grandes descascadas
2 limões
1 ramo de temperinho verde
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 pimenta vermelha (opcional)

Preparo

Corte as cenouras em tirinhas finas em uma tigela. Pique o temperinho verde do tamanho que desejar. Remova as sementes da pimenta vermelha, pique a pimenta em pedaços pequenos. Adicione a pimenta e a cenoura. Remova as sementes dos limões, e esprema os limões sobre a cenoura. Adicione o azeite de oliva e o temperinho verde. Misture tudo. Coloque a cenoura num recipiente fechado, eu aconselho colocar dentro de um saquinho de freezer para deixar que todos os ingredientes penetrem na cenoura. Leve a cenoura para a geladeira por pelo menos 1 hora. *Variações: Mesmo procedimento com pepinos.

{lang: 'pt-BR'}

Um brinde ao vinho!

Bebida preferida do deus grego Dionísio, o vinho é um dos prazeres mais cobiçados nesta época do ano. Apesar de não termos um frio tão rigoroso, o momento torna-se ideal para apreciar a bebida. E as estatísticas do mercado comprovam que o  consumo de vinho cresce de 30% a 40% durante o inverno.

Além de saboroso, beber uma taça de vinho é um hábito bastante saudável. De acordo com nutricionistas, a bebida melhora o funcionamento do coração, por possuir antioxidantes, que minimizam o envelhecimento celular e o colesterol. Mas, deve ser consumido com moderação. O recomendado é uma taça por dia.

Os vinhos tintos são os mais pedidos para o Inverno. Por serem mais encorpados, tem maior concentração de tanino, que combate a gordura, ideal para acompanhar as comidas mais calóricas que também predominam na estação. Os tintos também são excelentes vasodilatadores, fazendo com que o sangue circule mais rápido, o que ajuda a aquecer o corpo, principalmente as extremidades, como nariz, pés e mãos, as partes que normalmente ficam mais frias durante a estação. Confira agora algumas dicas de especialistas para escolher e servir da forma mais adequada a bebida.

  1. A temperatura ideal para servir é a ambiente, ou seja, cerca de 15ºC a 18º.
  2. Prefira os vinhos tintos. Eles são mais robustos, com sabor mais encorpado e vão ajudar a esquentar mais rapidamente.
  3. Prefira taças grandes, pois isso vai ajudar a bebida a apresentar suas melhores características de aroma.
  4. Opte por segurar a taça pela base, para que o calor de suas mãos não passe para o vinho e interfira na temperatura da bebida.
  5. Uma taça de água acompanha bem o vinho, tanto para equilibrar o sabor, limpando o paladar, quanto para amenizar os efeitos do álcool.
  6. Os pratos ideais, caso esteja planejando um jantar, são as massas e os assados. Sem esquecer do Fondue de queijo, que também é ótimo e harmoniza bem inclusive com vinhos brancos!
  7. Depois de um jantar servido de vinho, não há problema algum em tomar o tradicional cafezinho. Pelo contrário, é uma bela opção para fechar a noite.
  8. Alguns vinhos são mais privilegiados nesta estação para o consumo: os Malbec, os Vinhos do Porto e Madeira, e tintos do Alentejo são boas pedidas na hora da escolha.

 

{lang: 'pt-BR'}

Cabelos saudáveis no Inverno

No inverno, os banhos mais quentes e os ventos frios ajudam a danificar os cabelos. O ressecamento do couro cabeludo fica acentuado e a pele muito mais frágil a lesões e descamações. O resultado pode ser o aspecto ressecado, quebradiço e com pontas duplas nos fios. Assim como no verão, os cabelos precisam de uma atenção especial durante a estação fria. E as principais dicas de cuidados com o cabelo no inverno são bem simples, confira.

Hidratação

Utilize shampoo e condicionador de boa qualidade e adequados para seu tipo de cabelo e faça uma hidratação periodicamente para manter os cabelos saudáveis – uma vez por mês, no mínimo, ou até uma vez por semana. Faça uma limpeza profunda dos fios e retire todas as impurezas. Em seguida, faça a hidratação com creme específico para este tipo de tratamento.

Água morna

A água quente é um dos principais inimigos do cabelo no inverno. Desidrata os fios, aumenta a queda e provoca a descamação do couro cabeludo que pode ser confundida com caspa. Por isso, evite água quente nos fios ao máximo, utilize sempre água morna.

Oleosidade

É natural os cabelos ficarem mais oleosos no inverno, pois com o ressecamento por conta do frio, o organismo reage aumentando a oleosidade para se proteger. Por isso, opte por condicionadores e cremes mais leves e para desembaraçar os fios, use produtos sem enxágüe.

Secador

O ar quente provoca mais ressecamento e enfraquecimento em qualquer estação, mas principalmente no inverno por conta das baixas temperaturas. Para que isso não ocorra, antes de secar o cabelo aplique um protetor térmico ou reparador de pontas para proteger os fios.

Dormir com cabelos molhados

Anote esta dica e não esqueça em nenhuma estação: não durma com o cabelo molhado! Este fator enfraquece e intensifica a quebra dos fios. Evite ainda chapéus, boinas, lenços e gorros em excesso, pois aumentam ainda mais a oleosidade do cabelo. Em todos os casos, tanto o abafamento quanto a umidade, podem causar aparecimento de fungos e bactérias.

Massagem no couro cabeludo

Massagear o couro cabeludo durante o banho ajuda a ativar a circulação e a oxigenação, o que contribui para acelerar o crescimento dos fios. Incorpore esta prática no seu cotidiano.

 

 

Tratamentos e alisamentos

Relaxamentos e permanentes têm processos químicos que alteram a forma original do cabelo e acabam abrindo sua cutícula. Tais tratamentos, assim como o uso de chapinhas, enfraquecem gradativamente os fios. Caso não possa evitá-los, diminua a periodicidade e intensifique a hidratação.

Cortes e penteados

Tranças apertadas, rabos de cavalo e coques muito puxados podem danificar o cabelo. Quando contínuo, o uso desses penteados pode causar tensão suficiente para provocar a ruptura do fio, aumentando a queda de cabelo.

RAPIDICAS!

• Use sempre shampoo e condicionador adequados ao seu tipo de cabelo: oleoso, normal, seco, misto, colorido etc.

• Não use shampoo demais. O excesso do produto pode provocar diversos problemas como irritação, ressecamento e queda. Sempre lave bem os cabelos para eliminar o produto.

• Não coloque o shampoo diretamente na cabeça. Espalhe um pouco do produto nas mãos e passe-o nos fios e no couro cabeludo, esfregando com a ponta dos dedos e não com as unhas.

• O condicionador deve ser utilizado nas extremidades do cabelo e não sobre o couro cabeludo.

• Nunca tome banho com a água muito quente, pois ela abre as cutículas do fio. Prefira água morna ou fria. Se puder, dê a última enxaguada com água fria ao final do banho.

• Determine a frequência da lavagem dos cabelos conforme a oleosidade do couro cabeludo. Se for mais oleoso, lave o cabelo mais vezes do que se o mesmo for seco.

• Depois de lavar os cabelos, utilize um produto leave-in que intensifica o tratamento dos produtos hidratantes.

• Antes de usar o secador, retire o excesso de água com uma toalha, apenas espremendo os fios. Use o secador a aproximadamente 15 centímetros dos fios, em temperatura mínima ou média. Utilize produtos específicos para proteger o cabelo do calor.

• Sempre que possível, deixe os cabelos secarem naturalmente.

• O ar condicionado deixa o cabelo ressecado e frágil. Se não pode fugir dele, aplique algumas gotinhas de silicone nos fios para protegê-los.

• Evite passar as mãos nos cabelos constantemente, principalmente nos oleosos. Isso aumenta ainda mais a oleosidade.

• Alimentação saudável = cabelos saudáveis. Procure comer alimentos ricos em proteínas (carnes, leite e ovos), e ricos em vitaminas do complexo B (cereais integrais, peixes, frutos do mar e vegetais folhosos).

 

{lang: 'pt-BR'}

Cores na decoração

É sabido que as cores podem influenciar em nosso humor e estado de espírito. Há inclusive terapias alternativas, como a cromoterapia, que propõe uma melhora da saúde por meio das cores. Para quem estuda os chacras – regiões energéticas do corpo – as cores representam cada um dos sete pontos de energia em nosso corpo. Além disso, cor traz beleza, alegria, diversidade para nossa vida. Utilizá-las na decoração não poderia fugir dessa ideia de bem estar. Principalmente quando o assunto é nossa casa, o lugar que mais deve nos proporcionar harmonia. Vamos aos seus significados e benefícios para facilitar a escolha na hora de decorar os ambientes!

Amarelo

Contribui para a felicidade. É brilhante, alegre, e simboliza riqueza.  Associada ao sol, ilumina os ambientes. Como função para o ânimo, atrai pensamentos otimistas e auto-satisfação. Essa cor é muito boa para a comunicação, criatividade, atenção, bom-humor e socialização.

Azul

O azul é uma cor tranqüilizante, ideal para o repouso, sendo indicado para o quarto. O azul claro e o azul-celeste nos fazem sentir calmos e protegidos de todo o alvoroço das atividades do dia. Também é aconselhável contra a insônia. Sugere espiritualidade, ordem, quietude e tranqüilidade. Desperta a lealdade, amizade e honestidade.

Laranja

Esta cor libera traz segurança e desperta a compaixão. Além disso, estimula a mente, renova é um perfeito antidepressivo. Mas, por ser uma cor forte e vibrante, lembre-se de usá-la com parcimônia, em uma das paredes do ambiente, por exemplo, ou em objetos distribuídos na decoração. Usadas em tonalidades mais suaves, representa amor e afetividade.

Violeta

Com poder de transformação, essa cor limpa e purifica os pensamentos, além de transmutar a energia negativa em positiva. Sempre muito presente em trabalhos ligados às artes, já que estimulam a consciência.

Verde

O verde tem uma forte afinidade com a natureza e nos conecta com ela. Representa harmonia, equilíbrio, esperança, fertilidade e renovação. Acalma e ajuda no processo de cura, principalmente no aspecto emocional. É a cor que procuramos instintivamente quando estamos deprimidos ou acabamos de viver um trauma. O verde nos cria um sentimento de paz interior.

 

Vermelho

O vermelho simboliza o poder, é a cor que se associa com a vitalidade e a ambição. Contribui também para a confiança em si mesmo e a coragem. É uma cor quente, ativa e estimulante. Muito tradicional na cultura chinesa, está associada ao elemento fogo que atrai sorte e felicidade.

Preto

Normalmente representa a ausência ou rejeição a algo. Mas, essa cor também pode indicar poder, seriedade e sobriedade, é muito usada por pessoas que precisam impor autoridade. Não é aconselhado abusar do uso de preto em ambientes de trabalho ou em casa, já que obstruem o trânsito e troca de energia. Impedindo que a energia que está fora entre e a que está dentro saia ou se renove.

Branco

Agregada a valores de pureza e amor divino, essa cor está muito ligada ao desprendimento material e aceitação. Como representa a junção de todas as cores, tem papel de purificador e transformar pensamentos e energias.

{lang: 'pt-BR'}

Os sabores vegetarianos

Quem aqui não come alimentos de origem animal e já ouviu que sua dieta é só a base de alface? Mesmo com o vegetarianismo muito mais difundido nos dias de hoje, os seus adeptos ainda encontram um certo preconceito quanto à variedade de sabores que experimentam. Para ajudar nessa desmistificação, separamos aqui algumas receitas super saborosas dos veganos! Além de incrementar o livro de receitas de quem já adota a alimentação, os pratos, com certeza, irão agradar a todos!

Bom apetite!

Berinjela ao forno

INGREDIENTES:

- 4 berinjelas cortadas em cubos
- 2 pimentões vermelhos cortados em cubos
- 2 pimentões verdes cortados em cubos
- 2 cebolas grandes cortadas em cubos
- 1 dente de alho esmagado
- 2 colheres de sopa de azeitonas pretas e verdes, picadas
- 1 xícara de chá de óleo
- 1 xícara de chá de azeite
- 1/2 xícara de chá de vinagre
- 1 folha de louro
- Sal e orégano a gosto
- Cheiro-verde picado a gosto

MODO DE PREPARO:

- Refogue o alho e a cebola em um pouco de azeite.
- Coloque as berinjelas e os pimentões num pirex grande.
- Adicione o alho refogado com a cebola, as azeitonas, sal, orégano e respingue com o vinagre.
- Junte a folha de louro e regue tudo com o óleo e o azeite.
- Misture tudo muito bem.
- Asse em forno quente, mexendo algumas vezes.
- A berinjela estará pronta quando toda a água que se formar tiver evaporado (cerca de meia hora).
- Sirva frio acompanhado de torradas.

Bacalhoada Vegetariana

INGREDIENTES:

- 6 batatas médias com casca
- 1 xícara de molho de tomate
- 1 vidro de leite de coco
- 2 cebolas em rodelas grossas
- 1/4 de xícara de óleo ou azeite de oliva
- 1 folha de louro quebrada
- 1 colher de chá de molho de soja
- 1 colher de chá de pedaços de glúten cozido
- 1/2 pimentão verde em rodelas
- Azeitonas pretas
- Galhinhos de salsa
- Sal a gosto

MODO DE PREPARO:

- Cozinhe as batatas com casca.
- Depois de cozidas e descascadas, corte cada uma pelo meio e arrume-as numa forma ou assadeira, de tal maneira que as partes cortadas estejam voltadas para cima.
- Salpique com sal.
- Em seguida, ponha os pedaços de glúten cozido.
- Em separado, frite um pouco as cebolas no óleo.
- Acrescente o molho de tomate, o louro , o molho de soja, o leite de coco e o sal, e deixe ferver uns 2 ou 3 minutos.
- Com uma colher, ponha então essa mistura em cima da batata e do glúten, e asse por uns 20 minutos.
- Retire do forno e enfeite com rodelas de pimentão, azeitonas e galhinhos de salsa. Sirva a seguir.

Nhoque de Mandioca

INGREDIENTES:

- 4 copos de mandioca crua cortada em pedaços pequenos
- 4 colheres de sopa de óleo de milho
- 1 copo de água quente (use a água que cozinhou as mandiocas)
- 1 colher de sobremesa de sal
- Farinha de trigo integral

Ingredientes do molho:

- 1 copo de azeitonas verdes picadas
- 2 tomates maduros
- 1 copo de extrato de tomate
- 3 copos de água
- 1 colher de sobremesa de sal
- 1 colher de chá de gengibre ralado
- 1 colher de sobremesa de mostarda em pó
- 1 colher de sobremesa de sementes de mostarda
- ½ copo de erva-doce cortada em rodelas finas
- 2 colheres de sopa de óleo

MODO DE PREPARO:

- Cozinhe os pedaços de mandioca em bastante água com uma pitada de sal.
- Quando estiverem cozidas, passe-as por um espremedor e coloque essa massa dentro de uma tigela.
- Adicione o sal, a farinha de trigo, a água quente e amasse com as mãos, em uma superfície lisa, enfarinhada.
- Faça, com porções de massa, vários rolinhos e depois corte em pequenos pedaços.
- Mergulhe-os na água fervendo (mantenha o fogo alto).
- Assim que forem subindo, saindo do fundo da panela, retire-os com uma escumadeira e coloque-os em um escorredor de macarrão. Prossiga assim com toda a massa.
- Coloque o óleo em uma panela larga e refogue a erva-doce com os pedaços de azeitonas, o gengibre ralado, a mostarda em pó, o sal e as sementes de mostarda.
- Após 5 minutos em fogo alto, coloque os tomates picados e deixe refogar por mais 5 minutos.
- Adicione o extrato de tomate, a água e mantenha a panela semitampada, por 15 minutos, ou até o molho ficar bem encorpado.
- Prove e corrija o tempero, se necessário.
- Regue o nhoque com o molho quente e sirva-o em seguida.

Torta de Legumes com Tofu

INGREDIENTES:

- 2 copos de farinha de trigo integral
- 1 colher de chá de sal
- 3 colheres de sopa de óleo
- Água fria para dar o ponto

Recheio:
- 1/2 bloco de tofu
- 2 cenouras
- 1 cebola
- Orégano

MODO DE PREPARO:

- Peneirar a farinha e o óleo.
- Amassar e guardar dentro de um plástico na geladeira.
- Abrir a massa na espessura de 2mm.
- Colocar na forma e furar com um garfo.
- Adicionar o recheio e assar.

Kibe de Tofu

INGREDIENTES:

- 3 xícaras de tofu amassadinho com um garfo
- 3 xícaras de trigo para quibe
- Cheiro-verde, cebola, alho, pimentão, hortelã, tudo bem picado
- 3 inhames cozidos e/ou farinha integral
- 1 colher (café) de sal marinho
- 2 colheres (sopa) de azeite

MODO DE PREPARO:

- Refogue em pouco óleo, dois dentes de alho e pimentão picadinho.
- Adicione o tofu, uma xícara de água e deixe cozinhar até secar a água.
- Salgue com shoyu.
- Junte o azeite cru, apague o fogo e deixe esfriar.
- Esprema o trigo de molho para retirar água, até ficar bem sequinho.
- Junte ao tofu, aos inhames, à hortelã, ao cheiro-verde e à cebola e amasse até o ponto de quibe, colocando um pouco de farinha integral (se ainda for necessário) para ficar mais consistente.
- Molde a massa na forma de sua preferência e frite em óleo bem quente.
- Escorra o resto de gordura em papel absorvente.

Mais receitas em: Portal Natural

{lang: 'pt-BR'}

Dicas para transformar seus hábitos alimentares!

Começar uma dieta parece uma tarefa difícil para a maioria das pessoas. Para dar um empurrãozinho, selecionamos dicas das atitudes que você deve adotar para começar seu emagrecimento de forma saudável e tirar essa imagem de bicho de sete cabeças de uma reeducação alimentar. Claro que, como toda mudança de hábito, você vai ter que ter disciplina e decisão para mudar sua alimentação. Mas lembre-se do resultado: além do corpo mais esbelto, mais disposição e mais saúde! Afinal, como diz o ditado: a saúde começa pela boca! Leia as dicas e anime-se!

O que você está comendo?

Antes de começar é importante você fazer uma avaliação do que você está comendo. Seja honesta com você mesmo e não tire da listinha nem aquela paçoquinha da tarde, okay? Colocando na ponta do lápis qual é a base dos alimentos que você ingere, fica mais fácil fazer uma primeira seleção daquilo que precisa ser evitado! Vamos lá, você consegue!

Permita-se novos sabores!

Depois de verificar os alimentos que estão emperrando seu caminho para uma alimentação saudável, é hora de fazer substituições. Não, você não vai apenas cortar todas as guloseimas e se alimentar de alface. Mas, seja criativo, troque a barrinha de chocolate por uma de cereais, o doce depois do almoço por uma salada de fruta, o bife frito e empanado por um peixe grelhado! Experimente

 

Faça compras saudáveis.

Agora chegou a hora de ir ao mercado e renovar suas compras também. Para esse momento, vá com uma lista em mãos. Isso ajudará a não desviar a sua atenção para as “tentações” nas gôndolas. Seja fiel com você mesmo, não se permita a comprar doces, salgadinhos, queijos calóricos. O pior erro é fazer a própria armadilha. Vá também alimentado. Sempre que vamos com fome ao supermercado, compramos mais do que devemos, já percebeu?

Não dê chances para desistir.

Escorregões nas primeiras semanas da dieta são comuns. Entretanto, eles não podem ser desculpa para você desistir de seu objetivo. Exagerou? Volte em seguida à alimentação proposta e continue o caminho para sua alimentação saudável.

Lugares com comida saudável. 

Almoça fora de casa? Outra armadilha para você fugir: fast foods, lanchonetes, o restaurante que faz aquela feijoada que você fielmente come todas as quartas-feiras. Procure lugares que tenham comidas mais saudáveis, como por exemplo, os restaurantes que oferecem buffets fartos de salada. Faça com que seu prato seja bem colorido e dê mais atenção a esta parte do Buffet e seja criterioso para se servir das refeições quentes.

Organize a geladeira e despensa.

Deixar visível os alimentos calóricos e preferidos é uma isca para sair da dieta quando aparecer a fome, a ansiedade, o nervosismo, a briga com o namorado, a pressão no trabalho… Antes de começar a dieta, faça uma faxina na geladeira e na despensa. Deixe-as o mais saudável possível! Se você convive com outras pessoas, faça um cantinho só seu. Se estiver com fome, não fuce no lugar alheio. Busque os seus alimentos saudáveis.

Busque se informar!

Quanto mais você ler sobre alimentação saudável, a importância e os benefícios que ela traz para o corpo, mais fácil será manter-se firme na dieta. Será um bom estímulo pois você conhecerá os benefícios do que está comendo, além de descobrir novos alimentos e novas receitas para preparar refeições saudáveis e saborosas. Nos dias de hoje isso é uma tarefa fácil com a Internet e pode ser bastante divertida. Faça pesquisas, anote ingredientes e seus benefícios, visite sites de dietas saudáveis, permita-se esta mudança e verá que os resultados são recompensadores. E sua saúde agradece!

 

 

{lang: 'pt-BR'}

Pin Up ou Ladylike?

As pin-ups estão com tudo, mas existe outro estilo que também garante inspiração à moda atual: as  Ladylikes. A diferença entre as duas pode ser sutil, mas é suficiente para demarcar a personalidade de quem adota os looks. Vamos aqui detalhar e contextualizar um pouco cada uma delas para propor a seguinte pergunta: com qual você se identifica mais? Ainda assim, é possível que a resposta seja ‘com um pouco de cada uma’, não é mesmo?

Lady Like

Saias rodadas, cintura marcada e uma boa dose de meiguice são características que  podem muito bem acompanhar quem adota o estilo LadyLike. Assim como as Pin Ups, este look tem sua referência nas décadas de 40 e 50, com as influências Vintage. Mas, enquanto a primeira evidencia a sensualidade por um figurino provocante, a LadyLike sugere um aspecto de moça bem comportada, com cortes mais sóbrios e pueris. Nada de decotes muito pronunciados e comprimentos muito curtos. Maquiagem e cabelos impecáveis completam o visual de uma autêntica LadyLike.

Sempre evidenciando delicadeza e elegância, podemos citar como duas representantes deste estilo as divas do cinema Audrey Hepburn e Gracy Kelly, que também se tornaram ícones de tantas tendências da moda. É fácil encontrar retratos das divas com algum modelo que possa inspirar uma releitura atual. O visual foi ainda consagrado por Walt Disney: quer mais LadyLike que a Minnie?

 

Pin Up

Não resta dúvida de que as ‘meninas más’ seriam as Pin Ups. Corset & cinta liga, vestidos marcando a silhueta e cabelos soltos, ondulados ou com penteados estilizados fazem do estilo uma mescla do ingênuo e do provocativo.  O termo que, no sentido literal, significa ‘feito para pendurar em parede’, tem origem na 2ª Guerra, quando soldados americanos colecionavam posters de mulheres voluptuosas com jeito de moças inocentes. As imagens tinham uma missão quase tão heroica quanto a destes homens: entretê-los em suas duradouras viagens.

O conceito Pin Up traz o grande desafio de ser sensual sem ser vulgar. É o que fazem com maestria as contemporâneas Dita Von Teese e Katy Perry, inspiradas pelos ícones deste estilo: as divas Marilyn Monroe, Betty Grable e Bettie Page, que se tornaram ícones da cultura pop. Se a meiga Minnie é inspiração para a LadyLike, com certeza a personagem que melhor define as Pin Ups é a charmosa Betty Boop!

{lang: 'pt-BR'}